Hoje mostrar como criar um dashboard no Grafana, através de uma consulta SQL no banco de dados.

Antes de avançarmos é necessário configurar o DATASOURCE para a conexão com o banco.

Clique no ícone lateral e selecione a opção (Data Sources).

Clique no botão Add data source Informe um nome para o data source, selecione o tipo e os dados para a conexão.
É importante que defina um nome que identifique a base de dados, pois será utilizado posteriormente.

No exemplo, estou usando conexão com o Banco MySQL.

Ao salvar, observe que o Grafana fará um teste de conexão, e vai exibir uma mensagem indicando que foi conectado com sucesso. Se a mensagem for de erro revise os dados de conexão.

Será listado todos os data sources configurados.

Vamos ao Dashboard!

Escolha o tipo de dashboard que deseja incluir, estou usando (Table)

Agora clique na opção ao lado do título e em Edit.Informe o título do Dashboard e descrição

Read More →

Instalando Grafana no Linux CentOS/RedHat/Fedora/OpenSuse em 10 minutos

O Grafana é uma ferramenta que permite a criação de dashboards incríveis e permite a integração com outras ferramentas (Zabbix, MySQL, PostGree, entre outras)

Vou demonstrar como instalar o Grafana no Linux CentOS, e você pode aplicar os mesmos passos no RedHat ou Fedora.

É necessário ter conhecimentos básicos de rede e linux.

Estou usando uma máquina virtual com a seguinte configuração: 2 GB Ram, HD 50SSD, CentOS 7.4 x64
(Softwares para máquina virtual: Vmware, VirtualBox), ou contrate uma máquina nos sites; Linode.com, DigitalOcean, Atlantic.net)

 

Para preparar o ambiente e instalar o CentOS leia o post: http://blog.fabianobento.com.br/2018/05/preparacao-configuracao-ambiente-para-instalacao-grafana-linux-centos-7-redhat-fedora-opensuse/

Preparação e Configuração do Ambiente para Instalação do Grafana no Linux CentOS 7/RedHat/Fedora/OpenSuse

Após a instalação do sistema operacional, execute o comando abaixo para atualizar (caso ainda não tenha feito)

1
# yum update -y

 

Instalando com base no RPM

A partir do arquivo diretamente no site

1
sudo yum install https://s3-us-west-2.amazonaws.com/grafana-releases/release/grafana-5.1.0-1.x86_64.rpm

Ou baixe e instale manualmente

Instale o pacote wget para conseguir baixar via linha de comando

1
yum install wget -y

Acesse o diretório tmp para fazer download

1
cd /tmp

Comando para baixar o arquivo RPM

1
wget https://s3-us-west-2.amazonaws.com/grafana-releases/release/grafana-5.1.0-1.x86_64.rpm

Aguarde o término do download

Execute o comando abaixo para instalar via RPM

1
2
sudo yum install initscripts fontconfig
sudo rpm -Uvh grafana-5.1.0-1.x86_64.rpm

Resumo dos comandos acima:

1
2
3
4
cd /tmp
wget https://s3-us-west-2.amazonaws.com/grafana-releases/release/grafana-5.1.0-1.x86_64.rpm
sudo yum install initscripts fontconfig
sudo rpm -Uvh grafana-5.1.0-1.x86_64.rpm

Pronto o Grafana foi instalado!

Execute os comandos abaixo para instalar bibliotecas de renderização para textos em imagens PNG

1
2
3
yum install -y fontconfig
yum install -y freetype*
yum install -y urw-fonts

Configure o Grafana para iniciar no boot

1
sudo /sbin/chkconfig --add grafana-server

Os logs gerados pelo Grafana ficam no diretório:

1
/var/log/grafana

Para iniciar o Grafana execute o comando:

1
sudo service grafana-server start

Agora você pode acessar pelo navegador usando o IP e a porta padrão 3000;

http://ip-computador:3000

Login: admin/admin

Caso não consiga acessar o Grafana pelo IP e porta libere no firewall usando o comando;

1
2
firewall-cmd --permanent --add-port=3000/tcp 
firewall-cmd --reload

 

Tela inicial após efetuar Login

Leia o próximo post dos primeiros passos após a Instalação do Grafana

Primeiros passos após Instalação do Grafana

Parte do material foi retirado do site oficial: Grafana.com

Preparação e Configuração do Ambiente para Instalação do Grafana no Linux CentOS 7/RedHat/Fedora/OpenSuse

É necessário ter conhecimentos básicos de rede e Linux.

Vamos criar uma máquina virtual com a seguinte configuração: 2 Processadores, 2 cores, 2 GB Ram, HD 50SSD com uma área (3 GB Swap)

Programas necessários:
VirtualBox – https://www.virtualbox.org/wiki/Downloads (Para criar máquina virtual)
Putty – https://www.putty.org/
WinSCP – https://winscp.net/eng/download.php
Sistema Operacional: CentOS 7.4 x64 – https://www.centos.org/download/

Após fazer o download e instalação do Virtual Box vamos criar a VM.

Para usar versão 64 bits no Oracle Virtual Box, é necessário habilitar na Bios do computador a opção da arquitetura (Intel Virtual = Enable), ou ative via prompt de comando (bcdedit /set hypervisorlauchetype off)

Na opção do armazenamento você pode usar a opção Dinamicamente alocado para que seja dimensionado conforme o uso, eu prefiro alocar o Tamanho Fixo do disco.

 

Para o tamanho do disco você pode dimensionar apenas 20GB  para a instalação do Grafana (comporta perfeitamente), como pretendo instalar outros serviços na mesma VM (Zabbix, banco PostGree, Oracle Express, irei dimensionar com 40GB/50GB)Como estou usando a opção para alocar tamanho fixo, leva alguns minutos.

Localize a ISO do CentOS 7 e inicie a VM

Idioma

Informe o disco de instalação

Configure o nome do host e ative a interface de rede (Defina um IP Fixo), clique em configurar.

-Lembrando que o IP deverá estar na mesma faixa/sub rede do seu computador/ambiente, desta forma será possível acessar na rede através de outros computadores.

Nesta etapa você pode habilita a instalação do ambiente gráfico no Linux, clicando em seleção de software e ativando a opção GNOME.

Clique em Iniciar Instalação

Defina a senha para o usuário ROOT e crie um usuário, como Exemplo (admin)

Aguarde o término da instalação e reinicie o host.

Aceite os termos de uso. (modo Gráfico)

Após aceitar e reiniciar o host está pronto para o uso.

Caso não tenha muita experiência com Linux, e não tenha instalado a ambiente gráfico(GNOME),  recomendo que instale, é bem simples.

Logue no host com o usuário: root e a senha que você definiu e digite os comandos abaixo:

1
yum grouplist


1
sudo yum groups install "GNOME Desktop"


1
systemctl set-default graphical.target


1
systemctl start graphical.target

 

 

Agora vamos atualizar o sistema. Abra o terminal ou logue com aplicativo Putty e digite:

1
yum update -y

Aqui termina os passos necessários para a configuração do ambiente. Abaixo são itens opcionais.

 

Instalação de recursos opcionais:

yum install -y net-tools
yum install -y httpd
yum install -y perl perl5
yum install -y zip unzip
yum install -y sshd
yum install -y wget

 

Leia o próximo post para fazer a instalação do Grafana:  http://blog.fabianobento.com.br/2018/05/instalando-grafana-linux-centos-redhat-linux-fedora-opensuse/

Instalando Grafana no Linux CentOS/RedHat/Fedora/OpenSuse

Parte 3 – Primeiros passos após a instalação

http://blog.fabianobento.com.br/2018/05/primeiros-passos-apos-instalacao-grafana/

 

 

Instalação do Banco de Dados MySQL

yum install -y wget

wget http://repo.mysql.com/mysql-community-release-el7-5.noarch.rpm
sudo rpm -ivh mysql-community-release-el7-5.noarch.rpm

yum -y update

sudo yum install mysql-server

A senha temporária fica no arquivo mysqld.log para obter execute o comando:

grep “temporary password” /var/log/mysqld.log

Caso retorne que não exista, execute o comando abaixo e quando pedir a senha deixe em branco e pressione a tecla ENTER.

 

sudo mysql_secure_installation

sudo systemctl start mysqld

sudo systemctl status mysqld

Para resetar a senta root

systemctl stop mysqld

mysqld_safe –skip-grant-tables –skip-networking &

update mysql.user set password=PASSWORD(‘fabianobento’) where user=’root’;

exit

systemctl stop mysqld

systemctl start mysqld

mysql -u root -p

 

Comando para liberar o acesso remoto/externo ao banco MySQL(fora do host 127.0.0.1)

mysql -uroot -p[senha]

GRANT ALL ON *.* TO ‘root’@’%’ IDENTIFIED BY ‘senha’ WITH GRANT OPTION;

FLUSH PRIVILEGES;

Comando Parar liberar a porta para acesso ao banco MySQL

firewall-cmd –permanent –add-port=3106/tcp

firewall-cmd –reload

 

Para Instalar o phpMyAdmin no CentOS 7

yum -y install epel-release

yum -y update

yum -y install phpMyAdmin.noarch

Edite o arquivo /etc/httpd/conf.d/phpMyAdmin.conf

Require ip
Allow from

Require ip 127.0.0.1 192.168.0.0/24

Reinicie o Apache
systemctl restart httpd

http://ip-host/phpMyAdmin

 

Para instalar o Zabbix leia as instruções no site oficial:
https://www.zabbix.com/download?zabbix=3.4&os_distribution=centos&os_version=7&db=MySQL

Desativo o selinux: /etc/sysconfig/selinux

SELINUX=disable

PHP – Edite o arquivo /etc/php.ini

date.timezone = America/Sao_Paulo

1
2
3
rpm -i http://repo.zabbix.com/zabbix/3.4/rhel/7/x86_64/zabbix-release-3.4-2.el7.noarch.rpm
 
yum install zabbix-server-mysql zabbix-web-mysql zabbix-agent

 

mysql -uroot -p
password
mysql> create database zabbix character set utf8 collate utf8_bin;
mysql> grant all privileges on zabbix.* to zabbix@% identified by ‘fabianobento’;
mysql> quit;

1
zcat /usr/share/doc/zabbix-server-mysql*/create.sql.gz | mysql -uzabbix -p zabbix
1
2
systemctl restart zabbix-server zabbix-agent httpd
systemctl enable zabbix-server zabbix-agent httpd

http://server_ip_or_name/zabbix

Login e Senha: Admin / zabbix

OBS: Caso tenha problemas para iniciar o serviço do zabbiz verifique o arquivo de LOG /var/log/zabbix

Se for algum erro de conexão com o banco edite o arquivo /etc/zabbix/zabbix_server.conf, e acrescente as linhas abaixo

DBHost=localhost
DBName=zabbix
DBUser=zabbix
DBPassword=senha-banco

 

Para liberar a porta para acesso

firewall-cmd –permanent –add-port=80/tcp

firewall-cmd –reload

 

Para desativar o firewall

systemctl stop firewalld
systemctl disable firewalld