O comando TRUNCATE é responsável por limpar os registros de uma tabela e fará isto de uma forma mais rápido que o comando DELETE.

Para usar o comando é necessário ter permissão.

SELECT count(*) FROM tabela_A;

4639
TRUNCATE TABLE tabela_A;

SELECT count(*) FROM tabela_A;
0

Oracle/PLSQL: Função TO_CHAR
Sintaxe da função;

TO_CHAR( value, [ format_mask ], [ nls_language ] )

exemplo com datas
TO_CHAR(sysdate, ‘yyyy/mm/dd’); retorno ‘2003/07/09’
TO_CHAR(sysdate, ‘Month DD, YYYY’); retorno ‘July 09, 2003’
TO_CHAR(sysdate, ‘FMMonth DD, YYYY’); retorno ‘July 9, 2003’
TO_CHAR(sysdate, ‘MON DDth, YYYY’); retorno ‘JUL 09TH, 2003’
TO_CHAR(sysdate, ‘FMMON DDth, YYYY’); retorno ‘JUL 9TH, 2003’
TO_CHAR(sysdate, ‘FMMon ddth, YYYY’); retorno ‘Jul 9th, 2003’

http://www.techonthenet.com/oracle/functions/to_char.php

Instalando o Oracle Database 11g Release 2 (11.2) no Red Hat 6.2

Resolvi criar este post devido algumas dificuldades que encontramos em migrar de versão do oracle 10g para 11g R2 e de Plataforma Windows 2003 Standard (32) para Red Hat 6.2 X86_64

O problema de fato foi na etapa 18 da instalação do banco de dados, pois o oracle exige alguns pacotes em versão inferior a que está disponivel no Red Hat 6.2 e com a compilação i386, sendo que estão disponiveis apenas na compilação i686 (resumindo ambos são versão 32b porem o nome da compilação mudou)

ora_dependencias

ora_dependencias

Dependencias

libaio-0.3.105
compat-libstdc++--33-3.2.3
libaio-devel-0.3.105
libgcc-3.4.6
libstdc++-3.4.6
unixODBC-2.2.11
unixODBC-devel-2.2.11
pdksh-5.2.14

Eu tentei desistalar alguns pacotes que estavam em versão mais atual para instalar na versão que o instalador pediu o resultado foi um fracasso, pois não é possivel desistalar todos os pacotes por causa de várias dependencias que eles possuem, além do fato de estarmos usando um sistema atualizado e fazendo ele trabalhar com pacotes desatualizados… leia abaixo o resultado da minha experiencia.

Desistalação de Pacotes com RPM (Red Hat Package Manager)

Importante – Nunca use o comando (rpm -e –nodeps)

Read More →