Alterando o hostname no CentOS / RedHat

Posted by Bento | Posted in Artigos, CentOS | Posted on 30-09-2013-05-2008

1

vi /etc/sysconfig/network

NETWORKING=yes

NETWORKING_IPV6=no

HOSTNAME=localhost.localdomain

Na linha hostname é so alterar para o novo hostname.

HOSTNAME=servidor.fabianobento.com.br

/etc/hosts
127.0.0.1 servidor.fabianobento.com.br

/etc/HOSTNAME

servidor.fabianobento.com.br

Como instalar Apache, MySQL e PHP (LAMP) no CentOS 6.3

Posted by Bento | Posted in Apache, Artigos, Banco de Dados, CentOS, Linux, MySQL, PHP, Red Hat, Servidor Web, Sistemas Operacionais, Software Livre | Posted on 30-09-2013-05-2008

0

Como instalar Apache, MySQL e PHP (LAMP) no CentOS 6.3
30/09/2012

Neste artigo vou descrever a maneira mais simples e rapida para configurar um servidor LAMP Apache, MySQL e PHP

Instalar o Apache

yum install httpd

instalar MySQL

yum install mysql-server

Iniciar o serviço do MySQL
service mysqld start

mysql_secure_installation

yum install php php-mysql

chkconfig httpd on
chkconfig mysqld on

service http start

Transferência de arquivos por FTP

Posted by Bento | Posted in Artigos, CentOS, Red Hat, Sistemas Operacionais | Posted on 23-09-2013-05-2008

0

Transferência de arquivos por FTP

Fazendo um download

No console do Linux digite:

ftp ftp.nome_servidor.com.br ou ftp 127.0.0.1(IP)

Você deverá entrar agora com nome e senha, logo após aparecerá o prompt do servidor ftp.
Alguns comandos importantes.
Para saber em que diretório estamos:

ftp> pwd

Para listar o conteúdo: (mesma funcionalidade do ls -l)

ftp> dir

Comando para mostrar simbolos de # durante o download do arquivo:

ftp> hash

Desligar o modo interativo do ftp. Isso evita que o ftp peça a confirmação para cada arquivo a ser transferido:(Importante no caso da transferência de muitos arquivos)

ftp> prompt

Desse modo setamos a transferência para modo binário. A transferência pode ser tanto no modo binário para arquivos não texto e AscII para arquivos texto. Mas prefira sempre usar o modo binário:

ftp> binary

Sair temporariamente do modo ftp e ir para o shell: (portanto ao retornar é preciso digitar novamente os comandos hash,prompt e binary se for o caso.)

ftp> !

Digite exit para voltar ao ftp.
Dessa forma o ftp assume que o diretório corrente passa a ser o local onde indicamos:

ftp> lcd nome_diretorio

Usando get, para transferir um arquivo por vez. O get não suporta o uso de metacaracteres:

ftp> get name_file

Com mget, podemos transferir vários arquivos de uma vez e podemos usar metacaracteres. O comando abaixo transfere todos os arquivos.

ftp> mget*

Sair do ftp

ftp> bye

Para fazer upload o procedimento é o mesmo a única diferença é que usamos put e mput no lugar de get e mget respectivamente.

ftp> put name_file
ftp> mput*

Digitando help listamos uma série de comandos aceitos pelo ftp

mkdir -> cria diretório no servidor ftp
rmdir -> apaga diretório no servidor ftp
status -> estado da conexão com o servidor ftp
mdelete -> apaga arquivo no servidor ftp

get: Para baixar os arquivos
put: Para subir arquivos
lid: Especifica o diretório local sobre o que vamos trabalhar
cd: Utiliza-se para se mover através dos diretórios
delete: Elimina um arquivo do servidor remoto
oppend: permite recompor um download que tenha sido interrumpido
open: abre uma sessão no FTP
close: termina a sessão com o FTP
bye: fecha a sessão e sai do programa de forma que todas as sessões abertas se fechem
ls: mostra o conteúdo do servidor remoto
mput: sobe vários arquivos ao servidor
mget: baixa vários arquivos ao computador local
user: serve para mudar o usuário com o qual nos conectamos ao FTP
bynary: situa-nos em modo binário
ascii: situa-nos em modo de arquivos de texto

Origem: http://marcosdalte.blogspot.com.br/2008/02/transferncia-de-arquivos-por-ftp.html
http://flaviotorres.com.br/fnt/artigos/ftp.php

Compactando pastas no Linux

Posted by Bento | Posted in CentOS, Debian, Linux, Red Hat, Sistemas Operacionais, Ubuntu | Posted on 23-09-2013-05-2008

0

Compacta com uma velocidade aceitável.

tar -zcf arquivo.tar.gz diretorio

Colocando a data no arquivo para isso você coloca no final do arquivo o seguinte:

$(date +%Y-%m-%d_%H-%M-%S)

Exemplos:

tar -zcf arquivo_$(date +%Y-%m-%d_%H-%M-%S).tar.gz DIRETORIO

Compactação com Gzip:

tar -zcf arquivo.tar.gz DIRETORIO

Compactação com Bzip:

tar -jcf arquivo.tar.bz DIRETORIO

Para descompactar utilize os comandos:

zip:

gunzip nomedoarquivo

rar:

rar x nomedoarquivo

tar:

gzip nomedoarquivo

tar.gz:

tar -vzxf nomedoarquivo

tar.bz2:

tar -vxjpf nomedoarquivo