Instalando o Firebird 1.5 no Windows 10

Recentemente precisei fazer a instalação dos aplicativos SUS AIH, SUS BPA, onde necessita da instalação do Firebird 1.5, mas ao executar o arquivo de instalação é retornado uma mensagem que o aplicativo não é compatível com a versão do S.O.

Firebird-1.5.5.4926-3-Win32.exe

Para resolver basta renomear o arquivo para qualquer nome, exemplo: (setup.exe) e executar novamente o instalador.

php artisan migrate

[Illuminate\Database\QueryException] SQLSTATE[42000]: Syntax error or access violation: 1071 Specified key was too long; max key length is 1000 bytes (SQL: alter table users add unique users_email_unique(email))

Este erro ocorre devido a capacidade de armazenamento do engine (charset) do banco de dados;

Inclua a linha $table->engine = ‘InnoDB’; nos arquivos [migrations] para evitar o erro.

Caso queira manter como MyISAM edite o arquivo Builder.php, conforme descrito abaixo.

Correção rápida: Edite o arquivo; vendor\laravel\framework\src\Illuminate\Database\Schema\Builder.php

Alterando a variável $ defaultStringLength = 255;, para $defaultStringLength = 250;. Conforme o exemplo abaixo;

Exemplo:
public static $defaultStringLength = 255;

public static $defaultStringLength = 250;

Programação ZPL II – Modelo de Etiqueta com QR Code (Zebra GC 420)

^XA~TA000~JSN^LT0^MNW^MTT^PON^PMN^LH0,0^JMA^PR5,5~SD15^JUS^LRN^CI0^XZ
^XA
^MMT
^PW719
^LL0240
^LS0
^FT634,192^BQN,2,3
^FH\^FDMA,&idade^FS
^FT16,78^A0N,34,38^FH\^FD&nm_completo^FS
^FT17,168^A0N,34,28^FH\^FDEndereço: &endereco^FS
^FT17,214^A0N,25,24^FH\^FDComplemento: &complemento^FS
^FT16,120^A0N,34,33^FH\^FDIdade.: &idade^FS
^FT643,218^A0N,25,26^FH\^FD&idade^FS
^FT273,39^A0N,34,36^FH\^FDidentica_empresa^FS
^FT574,101^A0N,28,28^FH\^FDCidade: &nm_cidade^FS
^FT418,112^A0N,28,28^FH\^FDDt. Nasc.: ^FS
^FT418,146^A0N,28,28^FH\^FD&Idade^FS
^PQ1,0,1,Y^XZ

Aprenda também como fazer um Pulsei para impressão na Zebra HC 100

Resolvendo o erro:

Error Code: 1415
Not allowed to return a result set from a function

Este erro ocorre devido a ausência do comando INTO

DELIMITER $$

CREATE
FUNCTION obter_nome_(cd_pessoa INT(11))
RETURNS VARCHAR(150) CHARSET latin1

DETERMINISTIC

BEGIN

DECLARE nm_pessoa_r VARCHAR(150);    

IF (cd_pessoa_e IS NOT NULL) THEN

    SELECT
    p.nm_pessoa
    INTO
    nm_pessoa_r
    FROM 
        pessoa p
    WHERE p.cd_pessoa = cd_pessoa_e
    ;
END IF;

RETURN  nm_pessoa_r;
END$$

DELIMITER ;

O Oracle Virtual Box pode ser gerenciado a partir da linha de comando (Prompt). Você pode criar scripts para automatizar backups, duplicação, snapshot e outros recursos disponíveis.

Vboxmanage é a interface de linha de comandos do Virtualbox.

Abaixo irei demonstrar como iniciar uma VM Oracle Virtual Box.

Para começar abra o Prompt de Comando como administrador. Procure por “CMD” ou “Prompt” no menu iniciar, em seguida escolha a opção Executar como administrador ou a opção com o botão direito do Mouse “Executar como administrador”.

A instalação do Oracle Virtual Box geralmente fica em “C:\Program Files\Oracle\VirtualBox”

Acesse o caminho da instalação, digite o comando

cd C:\Program Files\Oracle\VirtualBox\

Consulte todos os comandos e opções no site oficial Oracle Virtual Box.

O comando vboxmanage list runningvms lista as vm ativadas

Para desligar a vm, use o comando vboxmanage controlvm UID / NAME poweroff, informe o nome ou UID, ficando da seguinte forma.

vboxmanage controlvm 1976b723-b1ad-4d25-b655-cfbe15e16bfe poweroff

Para iniciar a VM utilize o comando; vboxmanage startvm 1976b723-b1ad-4d25-b655-cfbe15e16bfe

Validador TISS 03.05.00

http://fabianobento.com.br/validadortiss/

Software gratuito para validação e análise de arquivos no padrão TISS da ANS.

Você poderá validar gratuitamente seus arquivos XML no padrão TISS, sem a necessidade de instalar.

-Não é necessário instalar
-Padrão TISS
-Codificação TUSS
-Dados do Prestador
-Suporte a arquivos do monitoramento
-Informações das contas e valores
– Versão do arquivo
– Estrutura

Neste artigo estarei demonstrando como instalar o Banco de Dados Oracle 12c no Windows, incluindo a criação de um banco padrão.

Antes de instalar o software, o OUI (Oracle Universal Installer), fará algumas verificações automatizadas para garantir que o computador atenda aos requisitos básicos de hardware e software para a instalação do banco de Dados Oracle. Caso o computador não atenda aos requisitos, uma mensagem será apresentada.

Alguns requisitos básicos são:

Mínimo de 2GB de memória física
Pelo menos 10 GB de espaço em disco

Para começar é necessário fazer o download do Oracle 12c pelo link https://www.oracle.com/database/technologies/oracle-database-software-downloads.html

Após o download você deve descompactar os arquivos baixados;


Neste seção, você iniciará a instalação do Banco de Dados Oracle, acesse a pasta database que você extraiu na etapa anterior e clique duas vezes sobre setup, pode ser necessário permitir a execução do arquivo na UAC.

Na janela que será aberta digite seu endereço de e-mail e a senha do login no site da oracle para receber as notificações dos problemas de segurança por e-mail. Se você não quiser as notificações por e-mail desmarque a opção e clique em próximo.
Nesta Janela selecione uma das opções, em nosso tutorial Criamos e configuramos um banco de dados, então marque a primeira opção.
Escolha a opção de acordo a arquitetura da instalação, sendo; Classe Desktop/Laptop ou servidor.
Neste tutorial utilizaremos a opção Classe Desktop.
Segu
indo a recomendação, iremos marcar a opção para a criar um novo usuário no Windows com apenas os privilégios necessários para a execução da instância do banco de dados.
Nesta janela é realizado a configuração do local de instalação, observe que por padrão é criado um banco de dados chamado pdborcl. Na minha instalação estou alterando para “bento”, você pode deixar com o padrão ou alterar.
Digite a senha para a administração do Banco de Dados Oracle. Essa senha será utilizados posteriormente para login de administrador SYS e SYSTEM.
O instalador fará as verificações de pré requisitos.
Após as verificações de pré-requisito a janela com o resumo será apresentada, revisa todas as configurações e clique em instalar.
A janela de status será exibida. Esta etapa leva cerca de 15 minutos dependendo da configuração do computador.

Em seguida será aberta a tela do Assistente de Configuração do Banco de Dados.

Ao chegar em 100% será exibida a janela abaixo informando que terminou, caso queira abrir o gerenciamento de senhas para desbloquear outras contas clique no botão.
Após a

Ao terminar você poderá abrir o gerenciador e navegar a partir do endereço https://localhost:5500/em com o usuário SYS.

Após concluir clique em “Fechar”

https://localhost:5500/em

Agora você poderá analisar e verificar a partir dos serviços do Windows a execução dos serviço do Banco de Dados Oracle.

Abra o executar no menu iniciar ou com a tela de atalho Windows + R, e digite Services.msc

Caso reinicie o computador e não consiga acessar o banco de dados, verifique se os serviços estão ativos e funcionando.

Caso queira acessar de outros computadores será necessário liberar a porta 1521 ou 1522 no firewall, instalar o client do Oracle no outro computador e configurar o arquivo TNSNAMES.ora, que normalmente fica localizado em C:\app\OracleHomeUser\product\12.1.0\dbhome_1\NETWORK\ADMIN
Este é o arquivo da instalação do servidor, nas estações de trabalho é necessário ajustar o nome do HOST com o IP ou nome do computador.

Instalar Webmin (versão 1.940) no CentOS 8 usando o arquivo tar.gz

O Webmin é um sistema que permite o gerenciamento dos principais servidores(plataforma unix) como; Apache, DNS, Squid, DHCP, Compartilhamento de arquivos, Banco de dados MySQL entre muito outros.
Uma das maiores vantanges é a administração através do browser(Navegador de internet) que pode ser feito localmente ou remoto em qualquer computador conectado a internet, e você não precisa editar os arquivos de configuração manualmente.

Após logar no servidor usando o Putty vamos instalar o servidor web e pacotes necessários;

Instalando o servidor web

yum install httpd -y

Instalando o pacote Perl

yum install perl perl5 -y

Fazendo o download

Para o download vamos acessar o diretório temporário, digite no terminal;

cd /tmp

Agora o comando para o download

wget https://sourceforge.net/projects/webadmin/files/webmin/1.940/webmin-1.940.tar.gz

Vamos instalar

[root@server /tmp]

# gunzip webmin-1.940.tar.gz

[root@server /tmp]

# tar xf webmin-1.940.tar

[root@server /tmp]

# cd webmin-1.940

[root@server /tmp/webmin-1.940]

# ./setup.sh /usr/local/webmin

Quando o arquivo script.sh for executado, ele irá fazer algumas perguntas:

– O diretório de configuração do webmin
(pode ser escolhido um diretorio diferente para que as configurações sejam salvas quando você atualizar, se estiver usando o mesmo diretório config esta será a unica pergunta)

– O diretório de log do Webmin
(Local para armazenar os arquivos de log do webserver)

– Diretório da instalação do Perl
(Normalmente é, /usr/bin/perl ou /usr/local/bin/perl)

– Tipo do sistema operacional
(O script irá mostrar uma lista de sistemas suporteados, se o seu não estiver na lista escolha o mais proximo, mas poderá não funcionar corretamente)

– Porta de funcionamento do servidor web
(porta padrão :10000)

– Usuário e Senha
(Usuário e senha usados para acessar o servidor Webmin)

– Nome do servidor Web
(nome da maquina em que o Webmin esta instalado)

– SSL
(So será perguntado se tiver instalado no sistema bibliotecas SSL Perl)

– Iniciar o Webmin na inicialização da maquina
(Se for suportado pelo sistema operacional o Webmin irá perguntar se deseja inicia-lo junto com a inicialização da maquina)

Apos instalado pode ser facilmente acessado por qualquer computador, basta digitar no navegador http://localhost:10000/ ou trocar o localhost pelo IP do servidor.

Post para a versão CentOS 5.5